sábado, 6 de dezembro de 2008

Assis Pacheco - reunião de coleguinhas do primário




Hoje tivemos uma agradável tarde no Drake´s, por sugestão da Jeka, uma pequena reunião com direito a almoço, das já não tão garotinhas e garotinhos do Externato Assis Pacheco. Mas continuamos os mesmos em nossos espíritos: conclusão = a gente não muda, a gente se descobre. E isso é uma delícia! A dona Yolanda estava uma fofura, linda em seus 90 sadios anos de vida. Viu só como fizemos bem à ela, quando eramos pequeninas, mesmo ela tendo ficado irritada (em silêncio como rezava a boa compostura das irmãs Assis Pacheco) conosco? Agradecemos à Marina Ramalho tê-la acompanhado nesta data. O comparecimento dos ex-alunos não foi em grande número, como em março de 2006. É dezembro, época em que todos assumem compromissos de confraternização e não dá para ser onipresente. Mas sabe que deu para conversarmos com todos? Pena que minha divertida irmã Heliana não foi devido a um mal estar de última hora. Tuas amiguinhas Fátima e Evelize te mandaram um super beijo e bom restabelecimento. Cecília Bueno presente. Ela mora perto de mim e já vamos nos encontrar mais assiduamente, promessa de ambas. Boa comida. Buon mangiare. Lembra da Ligia Mansur? Aquela menina quietinha? Pois bem, chegou com a mana caçula, falando pelos cotovelos. Em que mulherão se transformou. Tiro meu chapéu para esta libélula. Além de descobrir uma grande afinidade: ela é artista; e das boas. Vi fotos de seu trabalho. Olha como o mundo é pequeno e cheio de coincidências: falei em meu amigo escultor Renato Blaschi que funde suas peças em Santana e ela disse "péraí, eu estava nessa fundição na semana passada e tinha um Renato lá". "Quinta-feira? Com uma estátua assim e assim?" Era ele mesmo.
Minha xará ao meu lado, como no tempo de escola, propiciou uma conversa agradabilíssima. A afinidade da infância continua; mulher inteligente, terapeuta bem sucedida. Lamentei saber que ela também perdeu o marido (10 anos) assim como a Ligia (5 anos) e eu (2 anos). E nós 3 sentadas juntas!! É por acaso? No harém formado, Pedro e Luiz, simpatissíssimos. Como tudo que tem seu tempo de acabar, a nossa bagunça acabou. Mas já temos programada outra breve confraria pachequense. Essa reunião me fez um bem... Com certeza a quem lá esteve também. Todos sairam com um sorriso.



3 comentários:

helivm disse...

que pena que não fui, mas ainda estou com enjôo, não, não é gravidez de risco...é falta de comida baiana.parabéns a todos, bons fluidos pro ano que vem.e mais reuiões faremos..com todos.

Fatima disse...

Marina

O encontro foi muito bom mesmo e faço minhas as suas palavras carinhosas sobre todos os( as) amigos(as) presentes. Qto à Dona Yolanda, continua foférrima e com uma memória impressionante , e que classe , não ? Temos que nos orgulhar por termos sido educados por gente de tanto carater e educação qto as irmãs Pacheco.

Visitei o seu blog e adorei !!

Bjs e até o proximo encontro , se Deus quiser !

Fátima

Luciana disse...

olá !
que suepresa encontrar alguma referencia ao Assis PAcheco !
estudei puco lá (apenas jardim e pré - 70/71), pois nos mudamos para Moema . . . de que ano vcs são? será que noc conhecemos?
apesar de tão novinha, tenho saudades de lá . . . do Sr Antonio da perua escolar . . d. Yolanda . . . amei ve-la aqui !
Mande-me noticias!
Luciana Pontes
lulipon@gmail.com